Máscara negra

A cidade redescobriu o carnaval e ela o perdeu de vista. Vestiu fantasia, colocou flor no cabelo, pegou o tamborim, mas ficou fora do compasso.  A bandinha parecia desafinada, a rua estava vazia, a colombina e o pierrot não apareceram. Na quarta-feira de cinzas ficou pensando se sua visão estava turva ou se o carnaval de fato perdeu o brilho. Mas no segundo seguinte já fez conjecturas  para o proximo ano, afinal foi apenas um carnaval que passou. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s