Menos talento na tv brasileira

Só na nossa família, Domingos Montagner tinha um fã-clube, eu, Alexandra Castro, minha irmã, e mãe, bela, recatada e do lar, que um dia comentou: “ele é tão bonito!”. Tanta admiração a fez ir ao cinema, assistir ao filme dele, “De onde te vejo”. Eu também corri pro cinema pra assisti-lo nessa deliciosa comédia romântica. Mas, arrebatamento mesmo foi na novela Sete Vidas. Voltei a ligar a TV só pra acompanhá-lo na trama de Lícia Manzo, como o enigmático Miguel.
Lamento pela ironia do destino, por ter sido tragado pelo velho Chico, numa situação tão próxima do papel que representava na novela. Lamento também pela família, pelos filhos, pelos anos ainda em que poderia levar um fôlego novo pra tv brasileira. Formado nos picadeiros, ele tinha essa simplicidade e esse fascínio dos artistas circenses. Sim, ele teve que se enquadrar à caretice da teledramaturgia brasileira, mas penso que tentava imprimir uma originalidade aos seus papéis. Pra mim, era um dos grandes nomes entre os atores maduros da atualidade.

Menos beleza, menos talento e menos autenticidade na telinha brasileira, )-;

setevidas_miguel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s